quarta-feira, 3 de junho de 2015

Telebras terá rede subterrânea de 200 km em São Paulo

Telebras - 03/06/2015

A Telebras vai investir este ano na construção de uma rede subterrânea de 200 km na cidade de São Paulo, em parceria com a prefeitura da capital. Serão utilizados dutos já existentes na cidade para a passagem dessas fibras, anunciou na terça-feira (2) o gerente regional da Telebras para São Paulo, Luiz Nelson Vergueiro, durante o 7º ISP, encontro de provedores da Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações (Abrint), em São Paulo.

Essa rede tem como foco atender a periferia da metrópole e integra o Banda Larga para Todos, projeto do governo federal para expandir o acesso rápido à internet em todo o território nacional.

Para executar esse projeto de expansão da rede metropolitana paulista, a Telebras reservou R$ 20 milhões em 2015. O valor vai custear os equipamentos e passagem dos cabos. A Prefeitura cederá os dutos, mas toda a implantação fica sob responsabilidade da Telebras.

No caso de São Paulo, o acordo vem sendo tratado com a SPTrans, que detém o controle do solo por onde passarão os fios, e estaria próximo de ser fechado. O projeto completo da Telebras prevê passar 1 mil km de fibra pela cidade.

“Estamos finalizando a parceria com a Prefeitura de São Paulo, por meio da SPTrans, que é responsável pelo uso e ocupação do solo, e da CET, que já tem toda uma infraestrutura implantada de dutos para podermos finalizar essa rede e atender principalmente a periferia, como o bairro de Perus, e chegar até a cidades da região metropolitana, como Mairiporã”, explicou Vergueiro.

“Lançaremos os cabos, faremos avaliação, desobstrução e solapamento dos dutos. Tem muito duto com cabos que nem são mais utilizados”, garante. A negociação está avançada. “Só estamos dependendo da aprovação da Prefeitura para começar”, completou Vergueiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem conta no Google, identifique-se e deixe aqui seu comentário, com críticas, sugestões e/ou questionamentos.