quinta-feira, 23 de abril de 2015

Vem aí o PNBL 2, a missão

Baguete - 13/042015


O Ministério das Comunicações está finalizando um projeto chamado Banda Larga Para Todos, em uma iniciativa que se passasse na Tela Quente se chamaria “PNBL 2, a Missão”.

Segundo revela a Folha de São Paulo, o governo quer liberar R$ 15 bilhões do Fistel (Fundo de Fiscalização das Telecomunicações) para investimentos em banda larga.
A meta é levar internet de banda larga com velocidade de 25 Mbps a 98% dos domicílios brasileiros até 2018
A velocidade é típica de países de ponta em termos de conectividade, como a Coréia do Sul. A média brasileira é 2,9 Mbps, segundo a consultoria Akamai.
O problema é que o governo espera uma contrapartida de R$ 35 bilhões das operadoras, o que significaria o dobro do que as companhias investem hoje na construção de redes de fibra óptica. 
Como contraproposta, as empresas de telefonia devem sugerir uma meta de velocidade de 10 Mbps, uma vez que para isso seria possível utilizar as já existentes redes de fios de cobre.
O Plano Nacional de Banda Larga, lançado pelo governo federal em 2010, tinha por meta levar conexões de até 1 Mbps a 30 milhões de acessos fixos até 2014.
Conseguiu atingir 2,6 milhões de assinantes, o que representa cerca de 1% da base total. A metade desse total está em São Paulo, estado com uma das melhores coberturas de banda larga do país.
Para executar o plano, foi ressuscitada a Telebras, que fechou o ano passado com um prejuízo de R$ 117,3 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem conta no Google, identifique-se e deixe aqui seu comentário, com críticas, sugestões e/ou questionamentos.