quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Sky inicia oferta de banda larga no Alagoas

Serviço utiliza tecnologia TD-LTE e conta com planos de 2MB e 4MB

Tele.Síntese - 22/01/2014

A SKY, operadora de TV por assinatura via satélite, iniciou a oferta de banda larga fixa nos municípios de Maceió e Rio Largo, em Alagoas. A oferta de internet utiliza tecnologia TD-LTE. A possibilidade de oferecer pacotes combo (internet e TV) é uma das apostas da Sky para manter-se competitiva no mercado brasileiro, que vem mostrando novos contornos a partir das mudanças promovidas pela lei do Serviço de Acesso Condicionado (SeAC).

“Estamos ampliando nossa atuação no Nordeste com a entrada no mercado de Alagoas. O início da operação nessas praças faz parte do plano de expansão do serviço, e visa a atender à crescente demanda por internet de qualidade no país”, explica o VP de Banda Larga da SKY, Edison Kinoshita.

O acesso à rede de quarta geração da SKY é feito por meio de um modem 4G, que capta o sinal da internet e o redistribui para acesso por diversos dispositivos. A SLKY oferece duas opções de velocidade – 2MB e 4MB. Computadores e outros dispositivos poderão ser conectados sem fio, via wi-fi ou com cabo ethernet.

O SKY Banda Larga já está disponível no Distrito Federal e em mais de 10 cidades dos Estados de São Paulo, Sergipe, Pernambuco, Espírito Santo e Alagoas. (Da redação)

Atualmente, no Brasil, a Sky tem licença para operar o serviço LTE na faixa de 2,5 Ghz em 665 cidades - incluindo 15 capitais principalmente no Norte e Nordeste, mais Distrito Federal -, o que lhe permite cobrir até 16 milhões de domicílios, cerca de 27% do total. De acordo com os cálculos da operadora, as cidades nas quais tem licença de operação contribuem com 31% do PIB do país.

A companhia tem buscado o compartilhamento de sites sempre que possível, além de compartilhamento de backbone, em que mantém um acordo com a Telebras. De acordo com Marchezetti, do total de sites usados, 50% são compartilhados. Para equalizar o custo de instalação de sites, o recurso tem sido implantar CPEs externas quando for necessário, o que é mais caro, mas vale a pena para dispensar a instalação de antenas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem conta no Google, identifique-se e deixe aqui seu comentário, com críticas, sugestões e/ou questionamentos.