quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Ações da Telebras e do BNB injetam R$ 200 milhões na Finep

Convergência Digital :: 04/12/2013

Decreto presidencial publicado nesta quarta-feira, 4/12, no Diário Oficial da União prevê o aumento de capital da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) em até R$ 200 milhões. Para isso serão utilizadas ações da Telebras e do Banco do Nordeste, em ajuste a ser realizado pelo Tesouro Nacional.

Segundo o Decreto, serão transferidas as ações “excedentes à manutenção do controle em ambas as instituições”. A capitalização será efetivada após publicação de ato do Ministério da Fazenda, “que definirá a metodologia de cálculo do valor da subscrição, a espécie e a classe de ações a serem transferidas à Finep”.

A determinação à Secretaria do Tesouro Nacional, assim, será no sentido de “adotar providências relativas à transferência das ações e assegurar que a operação não represente perda do controle acionário da União na Telebras e no BNB”.

Bonilha: "Estamos retornando ao plano original da Telebras" 
 
Convergência Digital :: 04/12/2013

Para resgatar uma das missões originais da Telebras no Plano Nacional de Banda Larga - a responsabilidade pelas redes de comunicações dos órgãos governamentais - será preciso bem mais recursos do que o que já está previsto para a estatal no projeto de Orçamento para 2014.

No plano orçamentário do próximo ano a Telebras tem previsto R$ 520 milhões. Um pouco mais da metade é para o satélite geoestacionário, cerca de R$ 60 milhões para a Copa do Mundo e outros R$ 156 milhões para ‘infraestrutura da rede nacional de banda larga’. Segundo a estatal, será preciso mais.

“Construímos o backbone e algumas redes metropolitanas para atender a RNP [Rede Nacional de Ensino e Pesquisa] e a Copa do Mundo. Vamos ainda definir quais os investimentos que faremos. Não tínhamos previsto e no Orçamento de 2014 o que está colocado é para o satélite”, diz o presidente da estatal, Caio Bonilha.

“Estamos retornando ao plano original da Telebras. É que houve um ‘vazio jurídico’, agora resolvido”, emendou Bonilha. Há um mês foi publicado o Decreto 8135/13, que prevê o atendimento das comunicações de governo por redes estatais e, especialmente, dispensando de licitação a contratação desse serviço..

Segundo ele, já é possível adquirir equipamentos nacionais que evitem os problemas de ‘backdoors’. “Temos intranets totalmente seguras, com equipamentos nacionais e auditáveis”, diz Bonilha. E pelo menos uma empresa nacional está próxima de um roteador de grande porte.

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Telebras e TIM assinam contrato de permuta de fibra óptica no Norte, Nordeste e Sudeste

Telebras - 03/12/2013

A Telebras e a TIM Celular assinam hoje (03/12), às 15h30, contrato de permuta de infraestrutura de fibras ópticas apagadas, em locais de interesse das duas empresas, chegando a um total de 2.208 km. 

A TIM cederá à Telebras fibras ópticas no chamado linhão, que liga Tucuruí, no Pará, a Manaus, no Amazonas, e Tucuruí-Macapá. Por sua vez, a Telebras cederá à TIM trechos de fibra óptica em áreas estratégicas das regiões Norte, Sudeste e Nordeste, nos trechos de Belo Horizonte–Vitória, Tucuruí–Belém, Teresina–Juazeiro-Petrolina-Paulo Afonso.

Participam da solenidade de assinatura do contrato pela Telebras, o presidente Caio Bonilha e o diretor Comercial Francisco Ziober Filho, e pela TIM o presidente Rodrigo Abreu.

domingo, 1 de dezembro de 2013

TELEBRAS inks US$560 million deal to deliver a satellite for secure communications

Hispanic Business - 11/30/2013


Brazil's state-owned telecom provider Telebras has entered into a contract worth a US$560 million to deliver a satellite for secure communications.

By late 2016, a joint venture between Telebras and Embraer would deliver the geostationary satellite for strategic communications. According to Embraer, the satellite would ensure Brazil's sovereignty over strategic communications in both the civilian and military areas.

Brasilia was angry with the reports of US electronic spying on Brazilian government communications, and phone call data and emails of millions of Brazilians.

Embraer said, a joint venture between Embraer and Telebras, Visiona Tecnologia Espacial, will be integrating the Defence and Strategic Communications Geostationary Satellite (SGDC) system.

Telebras President Caio Bonilha, said, The SGDC system not only will meet the needs of Telebras' National Broadband Programme and the strategic communications of the Brazilian armed forces, but it is also an opportunity for Brazil to ensure the sovereignty of its strategic communications in both the civilian and military areas.

French-Italian firm Thales Alenia Space (TAS) will be supplying the satellite, which will be launched by European satellite launch firm Arianespace.