quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Telebras e Governo do Acre assinam convênio para avançar PNBL na região Norte

Telebras - 03/10/2013

A Telebras e o Governo do Acre assinaram nesta quinta-feira (03/10), em Rio Branco, um Termo de Cooperação Técnica envolvendo intercâmbio de conhecimentos e informações, execução e gestão de projetos e apoio nas ações relativas à integração da rede de telecomunicações federal com outras redes locais, visando à implementação do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL) no Estado.

Participaram da solenidade o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo; o presidente da Telebras, Caio Bonilha; e o governador do Acre, Tião Viana.

O Termo de Cooperação Técnica prevê o desenvolvimento de projetos e/ou estudos conjuntos em áreas de interesse comum, particularmente aqueles de pesquisa e desenvolvimento tecnológico de redes e suas aplicações avançadas para a expansão das infraestruturas e capacidades de telecomunicações e ampliação dos respectivos serviços.

Prevê também a integração, compartilhamento ou cessão de espaços físicos para alocação de equipamentos e de infraestrutura de telecomunicações e serviços subjacentes e ou de valor agregado, visando à otimização do uso destes recursos; fortalecimento e criação das alternativas de pontos de troca de tráfego que possam agregar-se às redes da Telebras e do Governo do Acre.

Constam ainda do termo de cooperação técnica as seguintes ações: capacitação mútua dos recursos humanos dos parceiros, em especial quanto à Tecnologia da Informação e Comunicação; realização de estudos e pesquisas de desenvolvimento de produtos, intercâmbio de conhecimentos técnicos, estágios, ministração de cursos e programas de treinamento, realização de estágios e quaisquer atividades de interesse ou conveniência dos parceiros; e constante reavaliação dos serviços de telecomunicações envolvidos nos compartilhamentos e cessões de infraestrutura, a fim de preservar padrões mínimos de desempenho.

O ministro Paulo Bernardo destacou a importância do PNBL para a ampliação do serviço de banda larga em todo o País e disse que o convênio da Telebras com o governo do Acre é fundamental para o governo federal avançar com o PNBL na região Norte. “O País não se desenvolverá plenamente se não interligarmos a região Norte. A internet é uma ferramenta essencial para as pessoas, e a fibra da Telebras conectará escolas, hospitais, postos de saúde, comércio, residências.”

O presidente da Telebras, Caio Bonilha, considerou o momento como “histórico”, estendendo o PNBL na região Norte, onde o acesso digital é mais precário. “Essa é a razão de ser da Telebras e do PNBL: consolidar o acesso à internet de melhor qualidade e alta velocidade a baixo custo em todo o País, promovendo a inclusão digital das camadas mais carentes da nossa população e estimulando o desenvolvimento econômico e social das cidades mais distantes. E a região Norte é estratégica nessa missão”, ressaltou, acrescentando que a Telebras levantou a seguinte demanda de banda larga para a região: provedores no Estado manifestaram interesse por link da Telebras, sendo 86 Mbps ao todo; em Rio Branco e Cruzeiro do Sul há uma demanda de atendimento para nove órgãos do governo, totalizando banda de 1Gbps; e para a cidade de Cruzeiro do Sul há uma unidade da RNP com demanda para 100 Mbps.

O programa Floresta Digital, do Governo do Estado, possui sinergia com o PNBL. O Floresta Digital é um serviço público do Governo do Acre que disponibiliza acesso grátis à internet, em banda larga, utilizando conexões sem fio através de torres de rádio espalhadas pelas cidades e interligadas via satélite. Seu principal objetivo é promover a inclusão digital das pessoas, entidades e comunidades que mais necessitam.