domingo, 13 de outubro de 2013

Projeto-piloto vai usar balões para levar internet à Amazônia em 2014

Conexão MiniCom - 09/10/2013

A empresa Google solicitou ao governo apoio na implementação de um projeto-piloto que utiliza balões para levar internet a áreas remotas. A idea é testar a tecnologia na região da Amazônia brasileira ainda no primeiro semestre de 2014. A iniciativa foi apresentada na tarde desta quarta-feira ao ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, pelo vice-presidente mundial de Inovação do Google, Mohammad Gawdat.
09 10 13 Google MG 9596Da esq para a dir: VP mundial de Inovação do Google, Mohammad Gawdat; diretor-geral do Google Brasil, Fabio Coelho; e ministro das Comunicações, Paulo Bernardo (Foto: Herivelto Batista)
Pelo modelo, já testado na Nova Zelândia, um conjunto de balões fica posicionado a cerca de 19 km do solo. Os balões seguem um movimento ordenado de rotação sobre determinada área de cobertura, de modo que o sinal nunca seja interrompido. Eles desempenham o papel de torres, ao emitirem o sinal de internet para equipamentos localizados em terra firme.

"A Amazônia é uma área muito extensa, com cerca de 4 milhões de km² e 15 milhões de habitantes. Este projeto tem nosso total apoio e certamente contribuirá de forma significativa para ampliar o acesso à internet em uma região onde é difícil chegar com tecnologias tradicionais", afirmou o ministro Paulo Bernardo.

Ainda de acordo com Bernardo, o governo está empenhado em achar soluções que atendam a demanda por infraestrutura de telecomunicações em áreas isoladas e, ao mesmo tempo, tenham custos razoáveis. A Telebras, que está construindo uma rede de fibras ópticas na região Norte, poderá ser parceira do projeto, alugando capacidade para o Google.

Confira, nos vídeos abaixo (com áudio original em inglês e opção de legenda em português), como funciona o projeto:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem conta no Google, identifique-se e deixe aqui seu comentário, com críticas, sugestões e/ou questionamentos.