quinta-feira, 17 de outubro de 2013

[Bernardo: “As nossas comunicações serão feitas em uma intranet”]

Só no Minicom, Microsoft vai perder R$ 130 mil por ano

Convergência Digital :: 17/10/2013

Ao explicar as medidas que buscam dar maior segurança às comunicações internas do governo, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, calculou que só no Minicom deixarão de ser pagos R$ 130 mil por ano em licenças ao Outlook, da Microsoft, pela substituição pela ferramenta desenvolvida pelo Serpro.

“A gente paga para usar esses sistemas, só no Ministério das Comunicações, em torno de R$ 130 mil por ano pela licença de e-mail, e são poucos funcionários. Com o Serpro, além da segurança vamos economizar”, afirmou Bernardo, que nesta quinta-feira participou do programa Bom Dia Ministro, da EBC.

Além do Expresso – a suíte de comunicações da estatal de processamento de dados –, o ministro lembrou que a administração federal passará a se valer das redes próprias de empresas públicas. “As nossas comunicações serão feitas em uma intranet”, resumiu o ministro.

Segundo ele, outras medidas envolvem a aprovação do Marco Civil da Internet e uma futura lei de proteção de dados pessoais – ainda em elaboração pelo governo. E insistiu na questão de datacenters no país. Queremos que os dados originados no Brasil fiquem armazenados aqui.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem conta no Google, identifique-se e deixe aqui seu comentário, com críticas, sugestões e/ou questionamentos.