sexta-feira, 26 de julho de 2013

Exército quer apoio do Minicom para conectar hospitais

Ministro destacou importância do satélite que o país pretende lançar no sentido de conectar áreas remotas


O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, e o secretário-executivo interino, Genildo Lins, receberam na tarde desta sexta-feira (26) o general Sérgio Westphalen Etchegoyen, chefe do departamento pessoal do Exército Brasileiro.

Acompanhado de outras autoridades do Exército, como o vice-chefe do departamento de pessoal, Marco Edson Gonçalves Dias, e o responsável pelo departamento de direitos de saúde, Josemar Câmara Feitosa, o general demonstrou a intenção de buscar apoio do Ministério das Comunicações para interligar os hospitais militares do país. Segundo ele, a conexão entre esses centros tem potencial não só para telemedicina, mas também para a educação.

Bernardo afirmou que se trata de um projeto de suma importância para o país e afirmou que o governo tem se empenhado em ampliar as redes de conexão em regiões desprovidas de rede de fibra óptica, como a Amazônia e as áreas de fronteiras com outros países. Bernardo reforçou ainda a importância estratégica do satélite que o governo vai lançar em breve, tanto para as comunicações militares quanto para o fornecimento de internet em regiões remotas.

Genildo Lins informou que a proposta do Exército será analisado por uma equipe técnica do Ministério das Comunicações, que contará também com apoio da Telebras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem conta no Google, identifique-se e deixe aqui seu comentário, com críticas, sugestões e/ou questionamentos.