segunda-feira, 13 de maio de 2013

Em junho, Alvarez deixará a secretaria executiva do Minicom

Alvarez vai se dedicar à conclusão de seu doutorado. Nome do substituto não foi divulgado.

Tele.Síntese - 13/05/2013

Em meados de junho, Cezar Alvarez deixa a secretaria executiva do Ministério das Comunicações para se dedicar à conclusão de seu doutorado, que se encontra no limite do prazo para a conclusão. Segundo fontes governo, a saída foi combinada por Alvarez com o ministro Paulo Bernardo, que, no entanto, ainda não sinalizou quem será o sucessor. A notícia da saída de Alvarez foi divulgada pela seção Painel, da Folha de S.Paulo, e confirmada por este noticiário.

Ainda segundo as mesmas fontes, a saída de Alvarez não tem relação com a declaração que fez, em fevereiro, durante evento do setor, de que a consulta pública para a nova regulamentação do setor de comunicações não deveria mais sair neste governo. A afirmação, embora verdadeira, provocou situação de constrangimento para o ministro Paulo Bernardo, que foi cobrado publicamente pelo movimento em defesa da democratização das comunicações e acusado de ser o “ministro da mídia e das teles”.

Alvarez se envolveu com as questões relacionadas com as TICs no governo Lula, no qual foi assessor da chefia de gabinete e responsável pela agenda. Coube a Alvarez, economista, articular a desoneração para os micros, encabeçar o projeto Um Computador por Aluno e articular, junto aos ministérios envolvidos, o Plano Nacional de Banda Larga, no final da segunda administração do ex-presidente Lula. Foi com estas credenciais que foi indicado, por Lula e pelo ministro Gilberto Carvalho, a Paulo Bernardo para o cargo de secretário executivo do Minicom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem conta no Google, identifique-se e deixe aqui seu comentário, com críticas, sugestões e/ou questionamentos.