terça-feira, 14 de maio de 2013

CIO Project: Procempa aposta em infovia com Internet gratuita

Convergência Digital - 14/05/2013

Com uma infovia de 900km, baseada em uma infraestrutura de cabeamento terrestre e conexão aérea, complementada com 16 torres, Porto Alegre está apta a fazer parte do seleto rol de cidades inteligentes. Na primeira palestra do CIO Project, realizada nesta terça-feira, 14/05, evento focado na troca de experiências de empresas de TI e 20 CIOS de todo o país, que acontece pela primeira vez em uma edição da BITS, Luis Canabarro Cunha, um dos executivos da Procempa, empresa de processamento de dados do município de Porto Alegre, mostrou que a tecnologia está nas ruas a serviço do cidadão.

De acordo com Cunha, hoje, Porto Alegre tem 76 hotspots, com acesso aberto, favorecendo o acesso à internet. “Abrimos a rede para facilitar a vida do usuário. Se ele está no ponto de ônibus, por exemplo, é fácil baixar os e-mails antes de entrar no coletivo”, comentou. A infovia desenvolvida pela Procempa também integra os sistemas das secretarias municipais e o corpo de bombeiros, com o objetivo de melhorar as condições de trânsito e prevenir acidentes em decorrência de catástrofes naturais.

“Montamos um sistema, o Metroclima (http://www2.portoalegre.rs.gov.br/metroclima/), em que é possível mapear 10 microrregiões climáticas e monitorar 5. Assim, é possível antecipar pontos de alagamento em decorrência de chuvas, por exemplo, e enviar avisos à EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação), empresa que controla o trânsito, que poderá bloquear esses pontos e evitar acidentes”, detalha Cunha.

A Procempa também instalou diversas câmeras por pontos estratégicos da cidade, além de pontos turísticos e parques, que são capazes até de realizar leituras inteligentes de placas de carro. “Este sistema pode ajudar a Polícia, por exemplo, em casos de sequestro ou outros ilícitos”, acrescenta Cunha.

A apresentação da Procempa foi a primeira das 56 palestras que fazem parte do programa CIO Project. Constantino Bäumle, diretor da Hannover Fair do Brasil e CIO da BITS, explica que a CeBIT sempre foi um grande ponto de encontro de ideias e troca de experiências em termos de inovação e queria trazer essa experiência para o Brasil.

“As feiras de TI não são mais as mesmas, tornaram-se grandes pontos de troca de ideias e ambientes para apresentar inovações. Percebi nas edições anteriores da BITS que os expositores precisavam de um espaço selecionado para apresentar suas soluções a um público muito específico. Queria aproximar a oferta da demanda”, diz Bäumle.

A ideia saiu do CIO da BITS não ficou só na nuvem e ganhou formato no CIO Project. A meta, segundo Bäume, era trazer 50 CIOs de todo o Brasil. “Chegamos perto. São 34 CIOS que neste três dias poderão conhecer soluções e trocar ideias e experiências entre eles”, comenta. A iniciativa já tem garantida na BITS 201

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem conta no Google, identifique-se e deixe aqui seu comentário, com críticas, sugestões e/ou questionamentos.