sexta-feira, 17 de maio de 2013

Acordo entre MiniCom e empresa pública de logística garante mais redes ao PNBL


O compartilhamento com a EPL vai ajudar na criação do Observatório Nacional de Transporte e Logística

Tele.Síntese - 17/05/2013

O Ministério das Comunicações assinou acordo de cooperação com a Empresa de Planejamento e Logística (EPL) para o compartilhamento de redes da entidade e as utilizadas no Programa Nacional de Banda Larga. Para o MiniCom, as redes devem ser usadas para expandir o alcance do PNBL. Para a EPL, o compartilhamento vai ajudar na criação de um Observatório Nacional de Transporte e Logística.

O observatório vai servir para a criação de um sistema de monitoramento que vai auxiliar na identificação do transporte de cargas no país, na fiscalização mais precisa e integrada dos órgãos de governo e na criação de um banco de dados do fluxo de mercadorias no país. “Além disso, vai facilitar a definição de políticas públicas para esse setor, especialmente que contemplem a integração dos diversos modais de transportes”, disse o diretor de Banda Larga do MiniCom, Artur Coimbra.

Também devem ser utilizadas nas iniciativas do MiniCom e da EPL as redes de fibra ótica que vão ser construídas junto com rodovias. Editais de concessão como o da ferrovia entre Açailândia, no Maranhão, e o Porto de Vila do Conde, no Pará, já trazem a previsão de construção de redes junto com as estradas.

A EPL é uma empresa vinculada ao Ministério dos Transportes responsável por estruturar e qualificar o planejamento da infraestrutura de logística no país, interligando rodovias, ferrovias, portos, aeroportos e hidrovias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem conta no Google, identifique-se e deixe aqui seu comentário, com críticas, sugestões e/ou questionamentos.