segunda-feira, 8 de abril de 2013

Governo lança editais de obras com obrigação de implantar fibra óptica

Empresas vão ter de construir infraestrutura de telecomunicações junto com a malha viária para ampliar uso da internet no Brasil


Repórter: Infraestrutura de telecomunicações ao longo de rodovias e ferrovias. É o que preveem os primeiros editais para a exploração de estradas e estruturas ferroviárias lançados este ano pela área de transportes do governo federal. Junto com as obras da malha viária, os editais obrigam as empresas que vencerem a concorrência pública a construir a rede que vai melhorar o sinal de internet ou levar fibra óptica a municípios onde ela não chega. Essa estrutura de telecomunicações vai ser usada pela Empresa de Planejamento e Logística, vinculada ao Ministério dos Transportes. Ela vai usar a rede para monitorar o sistema de rodovias e ferrovias do País. Mas a estrutura também vai ser aplicada ao Programa Nacional de Banda Larga. E, por isso, vai trazer benefícios aos usuários de internet no Brasil, como explica o diretor do departamento de Banda Larga do Ministério das Comunicações, Artur Coimbra.

Artur Coimbra, diretor do Departamento de Banda Larga: O consumidor que mora numa cidade próxima a essa rodovia ou ferrovia vai ter acesso aos serviços – se ele já não tem. E vai ter acesso nos mesmos padrões de acesso que existe nos grandes centros, que é uma rede de alta velocidade, capaz de entregar serviços não só de acesso à internet em alta velocidade, mas também de telefonia de melhor qualidade, banda larga móvel de melhor qualidade e também TV por assinatura com grande qualidade.

Repórter: Além da construção de redes de fibra óptica junto com obras de ferrovias e rodovias, o governo também quer estender a medida à implantação de gasodutos e linhas de transmissão de energia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem conta no Google, identifique-se e deixe aqui seu comentário, com críticas, sugestões e/ou questionamentos.