terça-feira, 26 de março de 2013

Sul recebe centro para bombar o PNBL

Baguete - 26/03/2013

A Telebras Tecnologia, um espaço resultado da parceria entre a PUCRS e a estatal, quer ser um pontos vitais para o desenvolvimento do Plano Nacional de Banda Larga.
O laboratório de 500 m², inaugurado nesta terça-feira, 26, é o primeira unidade da Telebras voltada ao suporte na homologação de novos produtos e tecnologias de telecomunicações para o programa..

Sediado no Tecnopuc, o local abrigará o escritório da empresa no sul e uma rede de referência de acordo com diretrizes estabelecidas pelo governo, onde serão testados roteadores, switches, rádios, componentes de conexões ópticas, entre outros produtos.

Cerca de doze funcionários, entre profissionais da estatal e pesquisadores da PUCRS, já conduzem testes no local, que é resultado de um investimento de R$ 4 milhões.

Para o ministro das comunicações, Paulo Bernardo, que esteve ao lado do governador Tarso Genro na inauguração, o local desempenhará um papel importante no plano do governo federal, que já prepara uma espécie de "PNBL 2.0 - A Missão".

Segundo o ministro, o local abrigará testes e pesquisas para suprir necessidades de nossas redes, que terão que ser bastante ampliadas nos próximos anos, aliando tecnologias de satélite, rádio e fibra.

"Contamos atualmente com 20 mil quilômetros de fibra no país, cobrindo as redes de transportes de dados, sendo uma espécie de backbone de nossa estrutura. O desafio para o futuro é qualificar as estruturas secundárias e a chegada da banda larga ao consumidor final", explica.

Para completar, Bernardo destacou que atualmente os serviços de banda larga contemplam cerca de 40% dos domicílios brasileiros, em um investimento de R$ 60 bilhões por parte do governo.

Conforme o ministro, o plano da presidente Dilma Rousseff é apressar este ritmo, chegando aos 50% em 2014, e juntamente com investimentos das operadoras, reduzir o tempo para atingir a universalização da banda larga no país.

"Com 90% poderemos dizer que temos um acesso universalizado da banda larga", afirma Bernardo.

LOCAL
Atualmente, segundo destaca Jorge Audy, pró-reitor de Pesquisa, Inovação e Desenvolvimento da universidade, o laboratório já testa soluções em parceria com a Ufrgs e companhias gaúchas como a Parks. De acordo com Audy, o Instituto de Eletrônica e Telecomunicações da PUCRS integra o corpo de pesquisadores que atuam no centro, conduzindo testes e pesquisas em diversas áreas.

"Contemplaremos desde recnologias wireless, moduladores, IPTV, até questões como protocolos de medição do grau de nacionalização dos produtos usados nas tecnologias implantadas no país, atendendo às determinações do governo", explica.

REPOSICIONAMENTO
Segundo Caio Bonilha, presidente da Telebras, a iniciativa representa um passo marcante no reposicionamento da Telebras no mercado nacional e na reformulação do panorama das telecomunicações. Para Bonilha, o Telebras Tecnologia integra o processo de descentralização da empresa, representando a empresa na região Sul e sendo a vitrine para parcerias com a iniciativa pública e privada no desenvolvimento de novas tecnologias.

Duas empresas gaúchas que já fecharam parceria com a Telebras pelo PNBL foram a Datacom e Digitel, com contratos de até R$ 110 milhões e R$ 217 milhões, de acordo com as licitações.

O plano da estatal é levar iniciativas como a Telebras Tecnologias a outras regiões do país. Segundo Bonilha, tratativas com centros de excelência de tecnologia em Belo Horizonte e Campina Grande, na Paraíba, estão em andamento.

Para o presidente da Telebrás, a presença da empresa nestes locais venha a fomentar o mercado tecnológico, ainda mais levando em consideração as definições do governo em relação aos benefícios dados com a adição do Processo Produtivo Básico.

"À medida que nossas telecomunicações e produtos adotem mais soluções e componentes nacionais, a presença destes laboratórios será decisiva", afirma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem conta no Google, identifique-se e deixe aqui seu comentário, com críticas, sugestões e/ou questionamentos.