segunda-feira, 2 de abril de 2012

Ministro diz que governo irá desonerar rede para internet rápida

Folha de São Paulo - 02/04/2012

O ministro Paulo Bernardo (Comunicações) afirmou nesta segunda-feira (2) que o pacote de estímulo ao setor industrial incluirá a desoneração para a construção de rede dados de internet de alta velocidade no Brasil. A informação foi dada durante um evento da empresa de tecnologia Cisco, no Rio de Janeiro.

O ministro não deu mais detalhes para não "furar o plano" da presidente Dilma Rousseff, que vai apresentar o pacote de estímulo amanhã.

Os incentivos, afirmou Bernardo, serão importantes para o governo dar seguimento ao Plano Nacional de Banda Larga. O ministro informou também que o governo já acertou com as empresas os últimos detalhes para a realização do leilão de concessão da rede de internet 4G no Brasil.

Marcado para junho próximo, o leilão enfrentava resistência das empresas de tecnologia por conta da exigência de conteúdo local. As companhias alegavam não haver condições de fabricar todos os equipamentosno Brasil.

Bernardo disse que, em conversa com os interessados, o governo flexibilizou alguns prazos para que as empresas possam se adequar as novas exigências. A necessidade de pelo menos 30% de conteúdo nacional, no entanto, ainda será exigida.

A criação da rede 4G faz parte do plano do governo de melhorar a rede de transmissão de dados para a realização da Copa do Mundo de 2014. "Algumas cidades já terão 4G no ano que vem, na ocasião da realização da Copa das Confederações", disse Bernardo.

O ministro disse acreditar que tanto as operadoras de serviço de telefonia como as construtoras de rede poderão participar. "Vai ser um leilão bilionário", afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem conta no Google, identifique-se e deixe aqui seu comentário, com críticas, sugestões e/ou questionamentos.