terça-feira, 3 de abril de 2012

Banda larga: papel decisivo na economia do futuro

Convergência Digital - 02/04/2012

A banda larga pode ajudar o mundo na transição para uma economia de baixo consumo de carbono, ao agir nas causas e efeitos das mudanças climáticas – é o que diz um relatório apresentado nesta segunda-feira, 2/4, durante a reunião da Comissão da Banda Larga para o Desenvolvimento Digital, das Nações Unidas.

O relatório faz parte do trabalho de um grupo de trabalho da Comissão da Banda Larga e defende conjugar as tecnologias de informação e comunicações (TICs) com ações climáticas. O GT inclui representantes da indústria, organizações internacionais e ONGs.

O objetivo é chamar a atenção para o papel central das TICs, especialmente as redes de banda larga, no desenvolvimento de uma economia do futuro, com baixo consumo de carbono, além de destacar a importância de parcerias público-privadas nesse desenvolvimento.

“Tratar das mudanças climáticas significa transformar completamente nosso modo de vida, a maneira como trabalhamos ou viajamos, mudando nosso modelo de desenvolvimento para um modelo mais justo e sustentável que garanta nossa sobrevivência. Precisamos de todos os recursos disponíveis e mobilizar a vontade política para transformar discussões e negociações em acordos e ações”, sustenta o secretario-geral da UIT, Hanadoun Touré.

Partindo dos acordos firmados na conferência da ONU realizada no ano passado sobre mudanças climáticas (COP-17), o relatório enfatiza as soluções transformadoras viabilizadas pela banda larga – com exemplos práticos de como a tecnologia pode contribuir com a redução das emissões de gases de efeito estufa, bem como mitigar os efeitos das mudanças climáticas ao mesmo tempo em que ajuda a construir sociedades mais inclusivas.

“O papel da banda larga no crescimento do PIB, no alcance dos Objetivos do Milênio e na reação os efeitos das mudanças climáticas está apenas começando a ser entendido. As sociedades precisam se desenvolver e com enfoque em soluções que endereçam as mudanças climáticas, podemos acelerar um novo tipo de crescimento verde”, diz Hans Vestberg, presidente da Ericsson e líder do GT da banda larga em mudanças climáticas.

Em preparação à Rio+20 – que será realizada em junho deste ano no Brasil – o relatório apresenta dez recomendações da Comissão para o fortalecimento das TICs e da banda larga com vistas à aceleração do progresso global em direção a uma economia de baixo consumo de carbono:

1) Adoção de um Plano/Estratégia Nacional de Banda Larga de longo prazo, baseado no acesso custeável universal, conectado às metas climáticas;
2) Considerar a convergência nas políticas de TICs, de forma a alinhá-las com as áreas de energia, educação, saúde e clima;
3) Garantir uma regulação clara em clima e banda larga, de forma a criar um ambiente seguro para investimentos;
4) Induzir a colaboração interministerial e decisões integradas, alinhando metas climáticas e digitais;
5) Identificar e eliminar regras e barreiras que inibam investimentos na infraestrutura de TICs do século 21;
6) Encorajar soluções de baixo uso de carbono, premiando ou incentivando comportamentos de consumo desejáveis;
7) Financiar e facilitar projetos-piloto escaláveis para demonstrar a viabilidade e efetividade da banda larga como indutor de soluções de baixo uso de carbono;
8) Formar parcerias público-privadas e com setores não governamentais e indústrias;
9) Desenvolver métricas harmonizadas e padrões comuns para o cálculo dos impactos ambientais das TICs;
10) Partilhar o conhecimento com a disseminação ativa dos resultados de projetos e das melhores práticas.

O uso da Banda Larga para otimizar a oferta de serviços de TIC será um dos temas da BITS 2012, que será realizada de 15 a 17 de maio, no Centro de Eventos FIERGS, em Porto Alegre – RS. O evento contará com os seguintes setores de exposição: Business TI e infraestrutura de TI; Bancos e finanças; Comunicações B2B; Internet 2.0; Navegação, Transportes e Logística; Setor Público; Conferências; Distribuição e revendas; Telecom e mobile; Software e serviços.

Além de exposição, a Business IT South America conta com o Congresso oficial denominado BITS GLOBAL CONFERENCES. O evento é organizado pela SOFTSUL, e ocorre no âmbito da feira. Informações sobre o programa da BITS no www.bitsouthamerica.com.br

* Com informações da UIT

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem conta no Google, identifique-se e deixe aqui seu comentário, com críticas, sugestões e/ou questionamentos.