segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Telebras e Odebrecht se unem por cabo submarino brasileiro

Convergência Digital :: 13/02/2012

O Conselho de Administração da Telebras já informou à Comissão de Valores Mobiliários que vai assinar um "Memorando de Entendimentos" com a empresa Odebrecht Defesa, com o intuito d criar uma sociedade voltada à exploração de serviços de voz e dados através de cabos submarinos.

O acordo vai abrir novas saídas de Internet em direção aos Estados Unidos e Europa. A ideia do projeto é garantir valores menores que os cobrados nas atuais conexões internacionais e beneficiaria não apenas o Brasil, mas outros vizinhos sulamericanos. “Nosso objetivo é termos preços mais baixos nas conexões IP”, afirmou o presidente da Telebras, Caio Bonilha, no final do ano passado, após acertar os detalhes do plano com o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.

O projeto do cabo submarino está associado à interligação de redes sulamericanas o que, em essência, garantirá demanda para as novas conexões internacionais. Por isso, além da Odebrecht, outras parcerias podem se dar com empresas de outros países da região e inclusive da África. A Angola Telecom, por exemplo, já assinou com a Telebras um acordo para construção da interligação com aquele país.

Por outro lado, alguns dos países vizinhos demonstraram, até agora, que entrarão no projeto somente com a demanda pelo transporte de dados. Pelo menos foi essa a posição sinalizada pelo Chile, há um mês, durante reuniões com brasileiros.

Além desses arranjos, é provável que a Telebras precise montar uma empresa nos Estados Unidos para superar as limitações legais que exigem empresas norte-americanas na implantação de cabos submarinos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem conta no Google, identifique-se e deixe aqui seu comentário, com críticas, sugestões e/ou questionamentos.