sábado, 4 de fevereiro de 2012

Fifa não tem cumprido prazos

O Povo (via Agência Estado) - 04/02/2012

Se por um lado a Fifa cobra do governo mais rapidez nas obras de aeroportos, estádios e na aprovação da Lei Geral da Copa, a entidade máxima do futebol não tem cumprido alguns prazos acertados com a administração federal. O atraso da organização em decidir os locais de treinamento, hotéis e escritórios que serão usados na Copa das Confederações, em 2013, e na Copa do Mundo, em 2014, tem embolado o meio de campo da logística em telecomunicações.

Segundo o diretor comercial da Telebrás, Rogério Boros, a estatal já está adiantada na construção de 21 mil quilômetros de interligação nacional por meio de fibras ópticas e dos anéis metropolitanos.

A Telebrás avalia que as cidades que acolherão os jogos serão interligadas a tempo com a chamada “abordagem dupla”, que na prática é uma redundância na rede para garantir que os sinais sejam transmitidos mesmo em uma eventual falha nas linhas. O que falta definir é exatamente onde estarão os terminais de acesso a essas redes.

O diretor confirmou que o assunto foi abordado em uma reunião nesta semana com dirigentes da Fifa. De acordo com ele, esse prazo de menos de um ano e meio para o evento já começa a ficar apertado porque, a partir da definição desses locais, a Telebrás iniciará o processo de mapeamento, busca de parcerias, realização das licitações, busca das autorizações ambientais, além da construção e montagem dos equipamentos nos pontos finais dessas redes.

Ele rebateu as críticas de que o orçamento de R$ 200 milhões que a Telebrás dispõe para a preparação do Mundial seria insuficiente. Segundo ele, a cifra dá conta dos investimentos já programados e focados na transmissão de dados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem conta no Google, identifique-se e deixe aqui seu comentário, com críticas, sugestões e/ou questionamentos.