segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Governo integra as redes da Telebrás

Folha do ES - 10/10/2011

A rede de fibra óptica do Governo do Estado e da Telebras serão integradas no primeiro semestre do próximo ano. A meta faz parte do Programa Nacional de Banda Larga (PNB) e foi definida, em reunião realizada no Palácio Anchieta, em Vitória. Participaram o governador Renato Casagrande, o presidente da empresa federal, Caio Bonilha, secretários de Estado, procuradores do Estado e diretores do Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest).

A integração será viabilizada com a cessão de fibras ópticas da Petrobras para a Telebras, na região que vai do município de Duque de Caxias (RJ) até Eunápólis (BA), abrangendo todo o território do Espírito Santo. De acordo com Caio Bonilha, o contrato entre as duas empresas federais para o uso das fibras deverá ser assinado neste mês.

O governador Renato Casagrande disse que é prioritário fazer com que a integração entre as redes do Estado e da Telebras seja efetivada de forma rápida e eficiente. “Precisamos ter um plano de trabalho junto à Telebras para levarmos banda larga com um preço acessível para os capixabas”, enfatiza.

Fibras da Petrobras integram Rede do Governo do ES à Telebras


Convergência Digital :: 10/10/2011


A rede de fibra óptica do Governo do Estado e da Telebras deverão estar integradas no primeiro semestre de 2012. A meta faz parte do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL) e vai ser uma das ações para melhorar a velocidade de acesso às informações para os órgãos públicos no Espírito Santo.

O cronograma foi definido em reunião realizada pelo governador do Estado, Renato Casagrande, o presidente da estatal, Caio Bonilha, secretários de Estado, procuradores do Estado e diretores do Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest), realizada na sexta-feira, 07/10.

Para viabilizar a integração, haverá a cessão de fibras ópticas da Petrobras para a Telebras na região que vai do município de Duque de Caxias (RJ) até Eunápolis (BA), abrangendo todo o território do Espírito Santo. De acordo com Caio Bonilha, o contrato entre as duas empresas federais para o uso das fibras deverá ser assinado neste mês.

“Com a situação definida junto à Petrobras, esperamos fazer com que os equipamentos necessários para a implantação da Rede da Telebrás na área cedida estejam funcionando adequadamente num prazo de 90 dias.”, acrescenta Bonilha. Inicialmente, a Rede da Telebras vai estar interconectada à Rede Metro.ES/Metrovix, que já atendendo a 35 órgãos estaduais com fibra óptica, em Vitória.

O governador Renato Casagrande disse que é prioritário fazer com que a integração entre as redes do Estado e da Telebras seja efetivada de forma rápida e eficiente. “Precisamos ter um plano de trabalho junto à Telebras para levarmos banda larga com um preço acessível para os capixabas”, enfatiza.

Casagrande também pediu junto à Procuradoria Geral do Estado (PGE) a elaboração de um decreto que estabeleça a implantação de dutos para a inserção de fibra óptica em todas as obras viárias do Governo do Estado.

Está previsto um investimento de R$ 25 milhões para a implantação da Metro-GVIX, cujo processo licitatório deve começar ainda este ano. “A nossa intenção é que a Telebras participe ativamente da implantação das redes de fibra óptica, que vão melhorar a qualidade do serviço público no Espírito Santo”, destaca o presidente do Prodest, Paulo Henrique Rabelo Coutinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem conta no Google, identifique-se e deixe aqui seu comentário, com críticas, sugestões e/ou questionamentos.